Aplicativos para ouvir música

Anúncios

O som é a trilha sonora da vida, certo? A música está sempre presente, seja para relaxar, se divertir, se emocionar ou encontrar inspiração.

A tecnologia realmente facilitou muitas coisas, não é verdade? Hoje em dia, com aplicativos espalhados por todos os cantos, temos acesso a uma infinidade de músicas de todos os estilos e gêneros possíveis.

Anúncios

Agora, a pergunta que não quer calar é: em meio a tantas opções, como escolher o aplicativo que melhor se encaixa no seu gosto musical? Vamos embarcar juntos numa viagem pelo universo da música e explorar os cinco aplicativos que estão conquistando o mundo.

Ao longo dessa conversa, vamos analisar as vantagens de cada um, descobrir os recursos interessantes que oferecem e até mesmo ficar atentos às armadilhas que podem surgir pelo caminho.

Anúncios

Então, preparado? Vamos lá! Deixe a música começar a tocar e descubra conosco qual é o aplicativo perfeito para embalar o seu ritmo musical.

O Spotify é o líder mundial em streaming de música, com mais de 350 milhões de usuários ativos por mês. O aplicativo permite que você crie suas próprias playlists, siga artistas e amigos, descubra novas músicas com base em seus gostos e ouça podcasts de diversos temas.

O Spotify tem uma versão gratuita, que exibe anúncios e limita algumas funções, como pular músicas e ouvir offline. Para ter acesso ilimitado e sem interrupções, é preciso assinar o plano premium, que custa R$ 16,90 por mês. Há também planos familiares, estudantis e para casais.

  • Vantagens: Uma biblioteca infinita, playlists para todos os gostos e até podcasts.
  • Manhas: A versão gratuita tem uns anúncios, mas quem liga?
  • Roubadas: Offline só na versão paga, mas aí é outro nível.

O Deezer é outro aplicativo de música muito popular, com mais de 16 milhões de usuários ativos por mês.

O aplicativo oferece um catálogo de mais de 73 milhões de faixas, além de podcasts, rádios e playlists personalizadas. Você também pode acompanhar as letras das músicas na tela do seu celular.

O Deezer também tem uma versão gratuita, que toca anúncios e restringe o modo aleatório e o download de músicas. Para ter acesso a todos os recursos, é preciso assinar o plano premium

E que custa R$ 16,90 por mês, há também planos familiares, estudantis e para dispositivos de áudio.

  • Vantagens: Recomendações afiadas e modo offline sem esquemas.
  • Manhas: Menos conhecido, mas não subestime.
  • Roubadas: Às vezes falta aquele lançamento fresquinho.

O YouTube Music é o aplicativo de música do Google, que substituiu o antigo Google Play Music. O aplicativo aproveita a enorme base de vídeos musicais do YouTube

Além de oferecer faixas oficiais, álbuns, singles, remixes, covers e shows ao vivo. Você também pode assistir aos vídeos na tela do aplicativo.

O YouTube Music tem uma versão gratuita, que exibe anúncios e não permite ouvir música em segundo plano ou offline.

Para ter acesso a essas funções, é preciso assinar o plano premium, que custa R$ 16,90 por mês5. Há também planos familiares e estudantis.

  • Vantagens: Vídeos e músicas, tudo no mesmo lugar.
  • Manhas: Adapta-se ao que você curte, uma espécie de gênio da música.
  • Roubadas: A versão gratuita tem seus truques.

O Amazon Music é o aplicativo de música da Amazon, que está integrado ao serviço de assinatura Prime. 

O aplicativo oferece mais de 70 milhões de faixas, podcasts, estações de rádio e playlists personalizadas. Você também pode controlar o aplicativo com a sua voz, usando a assistente virtual Alexa.

O Amazon Music tem uma versão gratuita, que permite ouvir apenas algumas playlists e estações selecionadas. Para ter acesso ao catálogo completo, é preciso assinar o plano Prime Music, que custa R$ 9,90 por mês e inclui outros benefícios da Amazon, como frete grátis e Prime Video.

Há também o plano Music Unlimited, que custa R$ 16,90 por mês e oferece um catálogo ainda maior, com mais de 75 milhões de faixas.

  • Vantagens: Membros do Amazon Prime têm acesso ao Amazon Music Prime sem pagar extra.
  • Manhas: Oferece opções individuais e familiares, permitindo que você escolha o que se encaixa melhor na sua vibe..
  • Roubadas: Algumas funcionalidades premium podem requerer a atualização para o plano Amazon Music Unlimited.

Para concluir, ao considerar Spotify, Amazon Music, Deezer e YouTube Music, cada um oferece experiências únicas em termos de playlists. O Spotify é amplamente reconhecido por suas playlists personalizadas e algoritmos inteligentes que sugerem músicas com base nas preferências do usuário, tornando-o um favorito para descobertas musicais personalizadas.

O Amazon Music se destaca por integrar perfeitamente com o ecossistema da Amazon, oferecendo playlists que são facilmente acessíveis por dispositivos Echo. O Deezer, com sua funcionalidade ‘Flow’, é notável por adaptar suas playlists às preferências do ouvinte em tempo real, proporcionando uma experiência altamente personalizada.

Por último, o YouTube Music utiliza o vasto acervo do YouTube para oferecer playlists diversificadas, incluindo versões ao vivo e covers, o que é ideal para aqueles que procuram variedade e conteúdo de vídeo.

Em última análise, a escolha da melhor plataforma para playlists depende do gosto pessoal do usuário e de como ele prefere interagir com sua música. Cada uma dessas plataformas tem seus pontos fortes e oferece uma experiência única que atende a diferentes preferências e estilos de escuta.